Pular para o conteúdo principal

Postagens

O termômetro e os pequenos (Wifi Ralph : Quebrando a Internet)

Durante toda sessão de Wifi Ralph: Quebrando a Internet, um termômetro não parava de medir a aceitação da animação: as crianças. A reação dos pequenos era instantânea ao acompanhar mais uma aventura da dupla Ralph e Vanellope. Agora, os personagens dos games vão parar na Internet para conseguirem um volante raro do jogo corrida doce. Na busca pelo volante, o filme proporciona várias referências aos sites virtuais e redes sociais. Ralph fica feliz pela amiga, pois o lance da dupla é aceito no EBAY, mas eles precisam em 24 horas conseguir a quantia de 27.000 dólores para ficarem com o volante. 
O que realmente fazia o termômetro subir durante a sessão com gritos eufóricos dos pequenos foi o desing de produção. O universo de Wifi Ralph: Quebrando a Internet é cuidadosamente realizado para encantar as crianças e proporcionar identificação. Escutei frases de fascínio e surpresa, tais como: "Olha mãe, a princesa Ralph!", " Mãe, eu conheço todos esses sites.", " O R…
Postagens recentes

Somos um personagem de Black Mirror? (Black Mirror: Bandersnatch)

A Netflix domina o mercado de streaming, pelo menos até a Disney lançar o próprio serviço ainda em 2019. Analisando a concorrência de mercado e vendo sua liderança ameaçada, a Netflix precisa inovar para não perder assinantes. Teremos uma briga interessante nos próximos anos. Visando a inovação o serviço lança no catálogo uma novidade: Bandersnatch, um filme interativo onde o espectador decide os rumos da trama. Na trama, Stefan é um jovem introspectivo que cria um jogo como base principal a interação dos jogadores. Podemos observar a questão da metalinguagem permeando todo o filme. Stefan tem como inspiração o livro Bandersnatch que também provoca a interação com o leitor. Ao ser contratado pela empresa que financia a produção dos jogos, o protagonista tem apenas quatro meses para finalizar o projeto. Nesse período, o espectador decide as mais variadas opções para conduzir a trama. 
O primeiro ato consiste em opções simples como escolher entre dois cereais e a trilha que o protagoni…

O foco é o ser humano (A noite devorou o mundo)

Será que não vivemos em um mundo repleto de tecnologia e solidão? O que o ser humano faria se não existisse mais o contato virtual? Já não estamos vivendo a completa Era da solidão? O filme de estreia do diretor Dominique Rocher (II) coloca o protagonista em uma situação de total isolamento onde a única companhia é a solidão. Sam é um dos poucos sobreviventes de um apocalipse zumbi. Sam precisa lidar com a falta de suprimentos e energia. Suportar o frio e o ausência de contato físico. O protagonista encontra em Alfred o consolo para os dias mais pesados. Alfred é a companhia que o conforta, mas Alfred é um zumbi preso por segurança no elevador do prédio. O único contato é o zumbi que transborda afeto no silêncio. E assim os atos permeiam a trama também assinada pelo diretor.

Anders Danielsenlie é a escolha acertada para um filme que exige ao máximo da atuação para envolver o espectador. O ator passa boa parte da trama sozinho e precisa transmitir os mais variados sentimentos na mesma…

Entretenimento de qualidade (Homem-Aranha no Aranhaverso)

Miles Morales é aquele adolescente típico que ao grafitar com o tio em um local abandonado é picado por uma aranha diferenciada. Após a picada, a vida do protagonista modifica completamente. O garoto precisa lidar com os novos poderes e outros que surgem no decorrer da animação. Tudo estava correndo tranquilamente na vida de Miles, somente a falta de diálogo com o pai o incomoda, muito pelo fato do pai querer que ele estude no melhor colégio e tudo que o protagonista deseja é estar imerso no bairro do Brookling.

Um dos grandes destaques da animação e que cativa o espectador imediatamente é a cultura em que o personagem está inserido. A trilha sonora o acompanha constantemente, além de auxiliar no ritmo da animação. O primeiro ato é voltado para a introdução do protagonista no cotidiano escolar. Tudo no devido tempo e momentos certos para que o público sinta envolvimento com o novo Homem-Aranha. Além de Morales, outros heróis surgem para o ajudar a combater vilões que dificultam sua v…

Reflexo dos tempos modernos (Roma)

Roma é um filme atemporal. O abismo entre classes sociais e a força da figura feminina são as temáticas centrais dos atos. Cleo é empregada doméstica e babá dos filhos de Dona Sofia. O filme aborda subtramas importantes que são o reflexo de vários lares ao redor do mundo. A empatia com a protagonista é imediata. Cleo é amada verdadeiramente pelos filhos mais novos de Sofia, mas a personagem sente um imenso vazio. Apesar de transitar por todos os cômodos da casa e fazer parte da "família", Cleo não pertence a ninguém. A solidão é sua fiel companheira. Esse sentimento também está presente na vida de Sofia. Com o marido sempre viajando, o desabafo da patroa ao telefone é acompanhado de forma acanhada e inesperada por Cleo. A personagem precisa trabalhar e os conflitos familiares de Sofia a atingem constantemente. A todo momento o espectador observa a protagonista e percebe que a empregada sempre soube qual era o seu lugar no mundo. Na realidade ela não tinha lugar. Roma acompa…

A grandiosidade do uniforme laranja (Aquaman)

Sabe a sensação de estar anestesiado? James Wan consegue provocar esse sentimento no espectador após a sessão de Aquaman. O diretor é sinônimo de criatividade ao entregar para os fãs e o público sedento por entretenimento, um filme que enfatiza a origem do super-herói mantendo o ritmo constante entre os atos. O primeiro contato é voltado para o romance de Tom Curry e Atlanna. Os pais do protagonista se conhecem e com poucos minutos a trama enfatiza o retorno de Atlanna para Atlântida visando a segurança da família. O retorno é marcado pelo nascimento de outra criança e o exílio da personagem. Enquanto isso, na terra, Aquaman salva vidas inocentes e tira selfie em um bar. O filme transita entre o passado e presente do personagem com flashbacks, tudo voltado para a criatividade sem limites do diretor.
O que torna Aquaman diferente dos demais filmes do universo DC? Autoria. O ponta pé inicial foi dado em Mulher-Maravilha. Patty Jenkins abriu portas para a autoria em filme solo no univer…

A solidão do mundo contemporâneo (Em Chamas)

O sol e a solidão. Ambos estão presentes na vida de Jong, Ben e Hae-mi. Jong é um jovem recém- formado em escrita criativa que nutri sentimentos conflitantes pela família. O pai precisa prestar contas com a justiça por agressão e a mãe o abandonou ainda pequeno. Hae-mi também é uma jovem que cativa todos ao seu redor com um jeito todo peculiar de ser. Já Ben sente o vazio imenso por ter tudo e ao mesmo tempo não ter nada. Quando Hae-mi entra na vida de Jong, a primeira metáfora é estabelecida no filme: o sol penetra na parede do quarto da jovem, assim como a troca de calor dos corpos no ato sexual de Jong e Hae-mi. Após voltar de uma viagem da África, a jovem conhece Ben e o triângulo amoroso está formado. 
Em Chamas possui força e envolvimento do espectador pelas atuações que impulsionam a trama. O trio estabelece uma forte conexão com características e nuances que refletem a solidão dos protagonistas. Ah- In Yoo é o que possui mais tempo de tela e explora Jong de forma visceral. A …